Menu Close

Paulo Bernardo: “Maestro” do Seixal

Afinal os números “10” ainda existem e são formados em Portugal!

Paulo Bernardo é júnior de 1º ano mas tem vindo a alinhar nos vários escalões de formação do SL Benfica. Fez toda a sua formação no clube encarnado e esta época já alinhou pelos Juniores, Sub 23 e Equipa B, tendo sido chamado a treinar várias vezes com a equipa principal. Durante o seu percurso de formação, alinhou em todos os escalões do Benfica e conta com passagens pela Selecção Sub-17 onde foi uma das figuras do último Europeu em 2019 e agora mais recentemente pela Selecção Sub-19.

MOMENTO DEFENSIVO

As suas características de um 10 tradicional não o impossibilitam de contribuir no momento defensivo e mostrar qualidade nesta fase. Demonstra ser um jogador agressivo na forma como pressiona e como procura condicionar a saída adversária. Agressivo no desarme e fisicamente possante.

Com a inteligência táctica que apresenta, vai crescer a nível de posicionamento defensivo. Por vezes ainda salta demasiado cedo na pressão e não espera na contenção. Acabando por ser ultrapassado ou a ter de recorrer a faltas. Uma situação mais recorrente quando alinha como médio ofensivo nas costas do ponta de lança. Quando tem de jogar numa função mais recuada é notório o cuidado que tem para sair pela certa sem expor a sua equipa defensivamente.

MOMENTO OFENSIVO

É com a bola nos pés que o jovem de 18 anos se diferencia dos restantes colegas. Um jogador com uma qualidade técnica e inteligência acima da média. Critério e qualidade na tomada de decisão, sempre! Apresenta uma excelente visão de jogo e capacidade de passe. Aparece bem em zonas de finalização através de movimentos de ruptura ou em progressão com bola. O drible é uma das suas melhores características. Por ser um jogador alto e forte, facilmente consegue proteger a posse de bola e sair de zonas de pressão.

Como 10 gosta de receber entre linhas para depois desequilibrar através da sua velocidade com bola. Rompe nos espaços em progressão para depois assistir um colega ou finalizar. Quando parte de zonas mais recuadas usa a sua qualidade de passe para organizar o momento ofensivo e desenhar as jogadas no meio campo contrário. Paulo Bernardo é um jogador confiante e com iniciativa.

“MAESTRO” DO SEIXAL

As comparações são inevitáveis. Pelas suas características e pelo seu percurso na formação do Benfica, Paulo Bernardo é o jogador que mais se aproxima de Rui Costa.

A sua determinação pode ser fundamental para aparecer na equipa principal do Benfica a curto prazo, apesar de ainda ter de percorrer o percurso natural da formação do Benfica. Esta época fez duas partidas pela equipa B pelo que na próxima temporada, primeiro ano de sénior, será integrado no plantel secundário para ganhar ritmo competitivo e continuar a evoluir.

O “Maestro” do Seixal tem tudo para vir a ser uma referência numa posição onde Portugal tem vindo a produzir poucos jogadores. Curiosamente um dos últimos “10” portugueses foi o “Maestro” Rui Costa.