Menu Close

Filip Stevanovic – A nova promessa para Guardiola

Filip Stevanovic tem sido um dos maiores destaques do Partizan de Belgrado nos últimos tempos e é uma das maiores promessas do futebol sérvio. Com apenas 18 anos, já leva 12 golos e 5 assistências pelo clube e garantiu uma transferência para o Manchester City em janeiro, avaliada em 8,5 milhões de euros.

Joga maioritariamente a extremo esquerdo e mostra um elevado sentido posicional. Está quase sempre bem posicionado, de forma a conseguir ferir a defesa contrária e dificultar marcações. Jogando mais aberto, procura fazer desmarcações ou receber perto da linha, para ter mais tempo e espaço para analisar e executar. Posiciona-se várias vezes entre linhas ou no half space, tendo capacidade para depois orientar a receção e definir. A maior virtude no posicionamento de Stevanovic é a facilidade que tem em colocar-se no lado cego dos defesas, que depois de rodarem já têm o extremo perto deles no 1v1.

Mostra qualidade no drible e na condução com bola e facilidade em combinar com colegas, sobretudo para explorar zonas mais interiores. Esta qualidade com bola é aliada à facilidade que tem em rematar, mesmo de longe. Consegue executar o gesto técnico rapidamente, impedindo o bloqueio do adversário.

Sem bola é um jogador trabalhador, que pressiona bem e é inteligente na corrida, não corre “só por correr”. Mostra leitura de jogo pela forma como consegue ler os passes adversários e intercetá-los.

Ainda com 18 anos há espaço para melhorar e, certamente, Guardiola vai ter um papel importante nesse processo. O gesto técnico de Stevanovic na definição pode ser melhor. Ele analisa bem e tem boa visão, ou seja, a ideia que ele pretende realizar é a correta e está bem analisada, mas o gesto técnico nem sempre sai com a melhor qualidade. O mesmo se passa no drible. Parte quase sempre para o 1v1 e remate, não mostrando ter muitas mais soluções técnicas quando está à entrada da área.

Stevanovic é um dos melhores talentos sérvios a aparecer nos últimos anos e, se tiver tempo de jogo suficiente em Inglaterra, poderá vir a ser uma estrela no futuro. Tem um estilo atrativo para um extremo e mostra já muito entendimento do jogo naquilo que é o descobrir linhas de passe e o melhor posicionamento.