Menu Close

Amora

António Xavier – Avançado – 22 anos

Destacou-se a época passada no Sintrense, apesar da equipa não ter atingido o objetivo da Liga 3, dividiu a sua formação entre a Académica (todos os escalões até aos juniores) e FC Porto (escalão de juniores). Este internacional jovem nos sub-18, pela seleção portuguesa, é um avançado que se destaca por uma excelente capacidade de finalização, gosta de aparecer entrelinhas e com a sua capacidade de choque e de controlar o espaço, consegue-se soltar quer em condução ou em passe. É um jogador intenso, agressivo na reação à perda e é concentrado e solidário na pressão.

Alverca

Ángel Torres – Extremo – 21 anos

Chegou a Portugal para jogar no FC Porto, onde ganhou a Youth League e foi uma das principais figuras, na fase final da competição e atuou pela equipa B. Na época passada chegou a Alverca, é um extremo, forte fisicamente, possante e com grande capacidade de surgir em zonas de finalização. Canhoto, procura muito movimentos interiores, por isso, joga preferencialmente no corredor direito. Na fase final da época do Alverca, revelou ser um jogador importante, pela sua irreverência e capacidade técnica.

Caldas

Ricardo Isabelinha – Extremo – 21 anos

Numa equipa que prima pela continuidade, o Caldas conseguiu manter Ricardo Isabelinha, uma das surpresas da época passada. Ribatejano, fez a maior parte da sua formação no Caldas terminando-a no Marítimo. Jogador muito rápido nos seus movimentos, com qualidade técnica, bom a combinar e a atacar a profundidade. Boa capacidade de segurar a bola, para atrair adversários e criar espaço para os colegas. Tem muito boa chegada à área e foi um dos melhores marcadores da equipa.

Cova da Piedade

Califo Baldé – Defesa Esquerdo – 21 anos

Na época passada faltou-lhe estabilidade, passou por 3 plantéis e jogou em 2 clubes, Benfica de Castelo Branco e Loures. Passou por bons clubes na formação, Sacavenense, Benfica, Vitória SC e Freamunde, estando no seu 3º ano como sénior. Esta época poderá ser benéfica para si porque acompanha um treinador que já o conhece e que apostou na sua titularidade no Loures. É um jovem lateral, mas que em alguns momentos demonstra alguma frieza na decisão, jogador vertical e com boa decisão em espaços curtos. Normalmente, procura estar sempre aberto e projetado. Procura muitas vezes o cruzamento, mas também aposta em alguns movimentos interiores. Defensivamente, por vezes perde nos duelos, devido à sua estatura, mas em velocidade, normalmente ganha aos adversários.

Oliveira do Hospital

Bruno Carvalho – Médio Centro – 23 anos

Formação em Chaves e tem passado por vários clubes do Campeonato de Portugal, Montalegre, Oleiros, Sacavenense, União de Santarém e na época passada o Loures. Bruno Carvalho é um “poço de força”, é um jogador com uma grande intensidade, agressivo, que está sempre ligado ao jogo. Pode jogar como um box-to-box, sendo um médio fisicamente forte e com capacidade física para fazer esse posicionamento, mas também faz bem a posição 6, ao ser um equilíbrio defensivo para a equipa e ao participar na 1ª fase de construção da sua equipa e procurando muitas vezes passes longos, para isolar, ou colocar a bola mais perto de zonas de finalização.

Oriental Dragon

Diogo Branco – Defesa Central – 23 anos

Jogador que tem estado ligado a clubes da margem-sul do Tejo, no Campeonato de Portugal, mas que parece ter qualidade e condições para jogar a um patamar mais alto. Na formação passou por Belenenses, Malveira e Oeiras, em 2015/2016 esteve na Áustria e há duas épocas assinou um contrato profissional com o Estrasburgo de França, apesar de nunca ter atuado pela equipa francesa. É um central com muita personalidade, 1,87m de altura, fisicamente forte sempre muito presente e com excelente qualidade na saída de bola, principalmente no passe longo. Um dos seus pontos fortes, é também o seu posicionamento, podendo ser um central, que tanto pode atuar num sistema a 2, como a 3 centrais, funcionando como um central de cobertura.

Real SC

Paulo Costa – Avançado – 20 anos

Paulo Costa é um jogador que, morfologicamente, faz lembrar o Beto do Portimonense. Paulo fez a sua formação em clubes de Lisboa, passando por clubes como Sacavenense, Belenenses, Real e terminou-a no Sporting. Estreou-se no Campeonato de Portugal a época passada e demonstrou algumas características interessantes, sendo um jogador que procura muito o ataque à profundidade. Consegue segurar as bolas, fazendo uso da sua estatura, vai sempre na disputa das bolas áreas, sendo um jogador que não desiste de nenhuma bola. Agressivo e muito solidário defensivamente.

Sporting B

Vando Félix – Extremo – 18 anos

Vando foi um dos melhores jogadores dos vice-campeões da Liga Revelação, Leixões SC e isso valeu-lhe uma transferência para o Sporting CP. Na época passada estreou-se na equipa principal do Leixões SC, em que realizou 4 jogos. É um extremo com grande capacidade de aceleração e agilidade, que gosta de ter bola e de partir para cima do adversário. É um desequilibrador, muito forte em situações de 1×1 ofensivo. Tem potencial para ser uma das principais figuras da nova Liga 3.

Torreense

Simão Rocha – Defesa Esquerdo – 20 anos

Simão Rocha está emprestado pelo Paços de Ferreira ao Torreense e tem sido esse o seu destino nas últimas épocas, primeiro Amarante, onde se destacou e foi visto por muitos como uma das revelações nesse ano no Campeonato de Portugal e na época passada o Real SC. Lateral esquerdo, com boa complexão física, tem 1,86, muito ofensivo e rápido e tem uma boa capacidade de condução de bola. Procura variar no tipo de movimentos, interiores e exteriores, de forma a confundir as marcações adversárias. Em termos defensivos, destaca-se pelo jogo aéreo, principalmente em situações de cruzamento e na sua capacidade de desarme.

União de Santarém

Diogo Motty – Extremo – 21 anos

Jogador do Santa Clara, emprestado pela 3ª época consecutiva a uma equipa de Campeonato de Portugal, este ano andará por Santarém. Diogo tem vindo a destacar-se como uma das maiores promessas no Campeonato de Portugal. É um extremo rápido, que sabe jogar com os 2 pés, boa capacidade de cruzamento e forte na condução de bola. É um jogador que demonstra uma grande entrega, mesmo em termos defensivos procura auxiliar a equipa e é muito agressivo. Além de ser um extremo que procura muito a condução, denota uma boa capacidade de passe e visão de jogo, procurando muitas vezes passes para isolar colegas.

UD Leiria

Habib Sylla – Defesa Direito – 22 anos

Chegou a Portugal para a formação do Vitória SC, jogando pela equipa de sub-19 e Sub-23. Na época passada, assinou pelo Marinhense. Lateral muito ofensivo, demonstra uma boa capacidade no 1×1, mas a sua principal característica é a sua capacidade de cruzamento. Defensivamente, é um jogador muito agressivo, em que procura pressionar muito o seu adversário e disputar todos os lances. Geralmente, procura sempre movimentos exteriores de combinação, para depois efetuar os cruzamentos.

Vitória FC

Bruno Ventura – Médio Ofensivo – 20 anos

No meio de toda a tempestade que foi a descida do Vitória ao Campeonato de Portugal, Bruno Ventura foi uma das boas surpresas. Acompanhou Alexandre Santana na época passada, vindo dos juniores do clube. Médio ofensivo centro, deambulador, procura movimentar-se no apoio entrelinhas. Procura, também, os remates à meia-distância ou na entrada da área. Muito completo e com boa chegada à área, que se traduziu na época passada em 9 golos.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.