Menu Close

Jovens a seguir na Liga Portugal 2

A Liga Portugal 2 está de volta já este fim de semana! Promete ser um campeonato ultra competitivo, como nos tem habituado nos últimos anos e onde abundará muita qualidade individual que também ambiciona dar o salto para o principal escalão do futebol português.

Neste artigo, listamos um jovem jogador a seguir (sub-23) de cada uma das equipas presentes nesta edição 2021/2022.

Académica

Lorenzo Soares – Defesa Central – 23 anos

O central cabo-verdiano fez toda a sua formação na Holanda antes de rumar a Portugal esta temporada para representar a Académica. Não fez muitos jogos a época passada no segundo escalão da Holanda ao serviço do Den Bosch, 10 partidas e 1 golo. É um central muito forte fisicamente (1,89 m e 78 kg), com boa capacidade nos duelos físicos e jogo aéreo. Demonstra boa relação com bola e capacidade para sair a jogar desde trás, participando na fase de construção com critério e segurança.

Académico Viseu

Mouhamed Mbaye – Guarda-Redes – 23 anos

O jovem guarda-redes do Senegal chegou esta temporada a Viseu para disputar o lugar com o veterano Ricardo Janota. Não somou qualquer minuto pelo Porto B na época transata mas chegou a alinhar pela equipa principal em 2019/2020 o que lhe valeu o título de campeão nacional. Trata-se de um guarda-redes com excelentes reflexos, agilidade e capacidade nas saídas. Controla bem a profundidade e tem uma boa presença física (1,93 m), demonstrando segurança nas suas acções.

Benfica B

Tomás Araújo – Defesa Central – 19 anos

Central de 19 anos que já fez parte do grupo de trabalho da equipa principal e que pode vir a ser chamado por Jorge Jesus para disputar alguns jogos ainda esta época. Antes disso vai ter oportunidade para consolidar o seu lugar na equipa B onde se destacou na época passada. Jogou na II Liga e também nos Sub 23 com elevada qualidade. Excelente sentido posicional, rápido a reagir, forte no desarme e marcação. Com bola tem uma excelente capacidade de passe e organização. Segurança e critério na saída com visão de jogo para lançar os colegas em profundidade ou jogar entre linhas.

Casa Pia

Leonardo Lelo – Defesa Esquerdo – 21 anos

O lateral português chegou ao clube de Lisboa vindo do Portimonense onde jogou nos Sub 23. É a primeira vez que alinha na II Liga e pode ser uma das apostas fortes de Filipe Martins numa época em que o Casa Pia montou um plantel para atacar os lugares cimeiros. Foi titular nos dois primeiros jogos desta temporada na Taça da Liga e chegou mesmo a apontar um golo. Lateral com boa propensão ofensiva, capacidade técnica, qualidade de passe e cruzamento. Chega bem à linha de fundo e consegue desequilibrar no meio campo contrário. Defensivamente reage bem e é rápido no ataque à bola e adversário.

Mafra

Kikas – Avançado – 22 anos

O avançado português regressa a Portugal depois de 30 jogos e 6 golos ao serviço do DOXA no Chipre. O jovem de 22 anos foi emprestado pela Belenenses SAD e afigura-se como a principal referência ofensiva do Mafra. Jogador com experiência nos diversos contextos em Portugal e com condições para jogar sozinho na frente ou no apoio a um avançado de referência. Boa mobilidade, capacidade para ligar o jogo por dentro e também rápido o suficiente para atacar os espaços em profundidade. Aparece bem em zonas de finalização.

Estrela Amadora

Xavier Fernandes – Médio Centro – 23 anos

O médio centro que também joga como médio ofensivo ou até mesmo extremo, renovou o seu contrato com o Estrela depois da temporada de destaque que fez na época anterior no Campeonato de Portugal. Foi um dos principais responsáveis pela subida de divisão e hoje apresenta-se ao seu mais alto nível, jogando pela primeira vez na II Liga. É um jogador com excelente relação com bola, capacidade técnica e qualidade de passe. Pode assumir o jogo numa posição intermédia ou jogar mais adiantado entre linhas. Não se esconde do jogo e gosta de ter iniciativa. Já fez dois jogos na Taça da Liga e apontou um golo.

Farense

Vasco Lopes – Extremo – 21 anos

Passou pela formação do Benfica, Sporting e Metz, antes de encontrar o seu espaço de afirmação na temporada passada no União Santarém onde foi um dos destaques do Campeonato de Portugal. Chega à turma de Faro para ser uma opção muito válida como extremo. Jogou a titular nos dois jogos da Taça da Liga e a aposta deve ser para continuar. Extremo canhoto que pode jogar nos dois corredores. Na esquerda oferece mais largura e profundidade do que na direita onde procura movimentos interiores para rematar à baliza. Aparece bem em zonas de finalização e tem qualidade no cruzamento e drible. Marca bolas paradas com qualidade.

Penafiel

Rui Pedro – Avançado – 23 anos

Apareceu muito jovem na equipa principal do Porto mas teve de dar uns passos atrás no seu crescimento para conseguir fixar-se em definitivo numa equipa portuguesa. Vai para a segunda época no Penafiel, apesar de só ter ingressado no clube em Janeiro da temporada passada, depois de ter começado no Leixões. Não tem tido grandes registos a nível de finalização mas é um avançado que trabalha muito bem para a sua equipa, sempre disponível, com boa capacidade para ligar o jogo e oferecer apoios. Numa equipa com bons argumentos ofensivos pode aparecer em bom plano no capítulo da finalização porque trabalha bem os espaços para depois aparecer dentro da área. Para já leva 1 golo em 2 partidas na Taça da Liga.

Porto B

Peglow – Extremo – 19 anos

Um dos jogadores que mais promete esta temporada na II Liga. Chegou por empréstimo do Internacional e já tem experiência no Brasileirão. Caso confirme todo o seu potencial na equipa B, pode vir a somar minutos na equipa principal. Pode jogar como extremo ou avançado móvel. Muito rápido, ágil e móvel, desequilibra com facilidade no último terço pela sua capacidade física e qualidade técnica. Decide bem e aparece em zonas de finalização com facilidade. Aparece bem nos espaços em profundidade com movimentos de rotura e também marca bolas paradas.

Feirense

Diga – Defesa Direito – 23 anos

Lateral com muitos anos de casa no Feirense. Desde 2009/2010, só passou duas temporadas fora do emblema de Santa Maria da Feira. A época passada foi fundamental para a sua consolidação como um dos laterais com mais garantias da II Liga. Passou de uma promessa para uma certeza e é uma das figuras desta temporada. Tem um perfil muito ofensivo, consegue desequilibrar no meio campo contrário e chegar ao último terço para cruzar e servir os seus colegas. Boa capacidade técnica, velocidade e qualidade no drible. Defensivamente é intenso nos duelos e tem boa antecipação.

Chaves

Alexsandro Ribeiro – Defesa Central – 21 anos

Depois de excelentes épocas no Campeonato de Portugal ao serviço do Praiense e Amora, chega ao segundo escalão português para assumir um lugar no eixo da defesa do Chaves. Muito forte fisicamente (1,92 m), com boa capacidade nos duelos físicos, desarme e jogo aéreo. Com bola consegue construir com os dois pés e tem qualidade na saída desde trás. Assume na fase de construção com qualidade e critério. Fisicamente e tecnicamente tem condições para se destacar na II Liga e chegar a um patamar superior pelo potencial que apresenta.

Leixões

Diogo Gomes – Defesa Central – 20 anos

Fez toda a sua formação no Leixões e aos 20 anos já é uma das figuras do clube de Matosinhos. Também pode jogar a médio defensivo mas é a central que tem somado mais minutos e sido destaque. Começou a época passada nos Sub 23 mas rapidamente saltou para a equipa principal onde agarrou o lugar. Muito forte fisicamente (1,93 m), com boa capacidade nas disputas físicas, jogo aéreo, marcação e antecipação. Consegue reagir bem e saltar logo na pressão. Com bola demonstra boa leitura de jogo e qualidade de passe curto e longo. Tem condições para saltar para a I Liga muito em breve.

Nacional

Easah Suliman – Defesa Central – 23 anos

Foi cedido ao clube madeirense pelo Vitória SC e pode ser uma peça importante nas aspirações à subida de divisão. Nas últimas duas temporadas não foi escolha regular no clube minhoto e pode assumir no Nacional um papel de maior relevo, jogando todas as semanas. Pode beneficiar de um contexto menos competitivo para dar continuidade ao seu desenvolvimento e afirmar-se como central de referência em Portugal. Tem condições físicas para isso por ser um central forte, com boa capacidade no jogo aéreo e agressivo nos duelos. Com bola gosta de organizar desde trás e lançar os seus colegas em profundidade através de passes longos fruto da sua visão de jogo.

Rio Ave

Pedro Mendes – Avançado – 22 anos

Na temporada passada esteve emprestado ao Almería e ao Nacional onde apontou apenas 2 golos em 22 partidas. Esta época voltou a ser cedido mas desta vez ao Rio Ave que procura subir de imediato ao principal escalão depois de ter descido na época anterior de forma inesperada. Avançado forte fisicamente e possante (1,87 m), com boa capacidade nos duelos físicos e jogo aéreo. Trabalha bem os espaços dentro da área e num contexto colectivo com qualidade e em ataque posicional pode apresentar um rendimento muito acima do que tem feito nas épocas anteriores, apesar de contar com uma forte concorrência para a sua posição.

Covilhã

Diogo Almeida – Avançado – 20 anos

Depois de uma época para esquecer sem qualquer minuto, o jovem avançado chega ao Covilhã para ser a principal referência da equipa. Foi emprestado pelo Benfica e procura relançar a sua carreira depois de ter aparecido em bom plano no Paços Ferreira em 2019/2020, tendo sido comprado pelos encarnados no mercado de inverno dessa temporada. Avançado disponível e com boa capacidade física. Consegue pressionar e condicionar bem a acção contrária. No momento com bola explora muito bem os movimentos de rotura e aparece bem em zonas de finalização. Já apontou 1 golo nas 2 partidas que fez na Taça da Liga.

Trofense

Beni Mukendi – Médio Centro – 19 anos

Subiu com o clube da Trofa ao segundo escalão do futebol português, completando 18 partidas no Campeonato de Portugal. O angolano de 19 anos pode ser uma das boas surpresas deste campeonato. É um médio moderno com boa capacidade no processo com bola e muito competente defensivamente. Forte, intenso e agressivo nas disputas, com bom raio de acção, capacidade no desarme e coberturas. Consegue pressionar bem o portador de bola e depois quando recupera consegue imprimir dinâmica à partida, levando a bola para o meio campo contrário e servindo os seus colegas. Muito disponível fisicamente e com qualidade técnica.

Varzim

Luís Pinheiro – Defesa Direito – 21 anos

Fez grande parte da sua formação no Benfica, deixando os encarnados na temporada passada para rumar ao Varzim onde fez apenas 9 partidas. Esta época começou como titular e pode agarrar a oportunidade para se destacar no lado direito da defesa. Ofensivamente é um jogador que consegue subir bem no seu corredor mas fá-lo com critério e segurança. Sem bola é um jogador com bom sentido posicional, capacidade de desarme, antecipação e agressividade nos duelos defensivos. Não tem somado muitos minutos nas últimas temporadas e esta época pode ser fundamental no seu crescimento como jogador.

Vilafranquense

Balla Sangaré – Avançado – 20 anos

Chegou ao clube do Ribatejo depois de apontar 9 golos em 22 partidas pelo Vitória Sernache. O avançado da Costa do Marfim de apenas 21 anos é uma das apostas desta temporada da equipa de Carlos Pinto. Pode vir a ser uma das principais referências ofensivas do Vilafranquense pela sua disponibilidade física, capacidade de pressão, qualidade técnica e finalização. Joga bem com os dois pés e consegue aparecer muito bem no último terço.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.