Menu Close

Teste defensivo a Portugal

Mesmo com várias ausências no possível XI titular de Portugal no Euro, a selecção nacional sentiu muitas dificuldades para travar a Espanha, igualmente com algumas baixas no onze base.

O empate a zero valoriza a exibição portuguesa contra ‘La Roja’ demasiado perdulária no momento de finalização.

4-4-2 como formação base com Félix no apoio a Ronaldo na frente de ataque, Jota e Renato Sanches nos corredores laterais.

Com duas linhas compactas e sem espaços no corredor central, Espanha explorou as faixas, nomeadamente a esquerda onde Portugal demorou mais a reagir para bascular e fechar o seu corredor direito. Gaya e Sarabia foram os elementos em maior destaque pelas suas incursões e iniciativas individuais contra Renato Sanches e Nélson Semedo.

Portugal tentou sair algumas vezes curto e iniciar a sua fase de construção através de Rui Patrício, Pepe e José Fonte mas sem hipóteses dada a pressão alta e eficaz da selecção contrária. O guarda-redes português foi obrigado a jogar longo e Espanha rapidamente recuperava a bola ainda no seu meio campo ofensivo.

O conjunto treinado por Fernando Santos só conseguiu criar dificuldades à selecção orientada por Luis Enrique através de transições rápidas. Renato Sanches e Ronaldo foram os principais protagonistas. O médio português aproveitou o balanceamento ofensivo dos espanhóis para receber e progredir com espaço, soltando depois as referências ofensivas em zonas de finalização. O capitão português pela sua mobilidade e velocidade apareceu algumas vezes em movimentos de rotura nas costas da linha defensiva espanhola, servindo depois Jota ou outro companheiro que atacava a grande área de Espanha.



Para todos os clubes, treinadores, jogadores, olheiros, agentes, empresas e media que queiram saber mais sobre os nossos serviços de scouting, não hesitem em contactar-nos através de mensagem privada ou do nosso email geral@proscout.pt.